top of page
  • Foto do escritorArnaldo Paes de Andrade

5 tendências de infraestrutura de TI que precisamos acompanhar

A área de infraestrutura de TI passa por constantes inovações. Acompanhá-las é muito importante, visto que podem ajudar a empresa na otimização de processos de ponta a ponta — desde os aspectos estratégicos, até os operacionais.

Além disso, estar atento às tendências indica uma busca por maior competitividade e satisfação dos clientes, que querem cada vez mais agilidade — algo que só é possível com uma infraestrutura de TI robusta.

Se você está a procura de conhecer o que há de mais novo em termos de infraestrutura de TI, não deixe de ler este artigo. Nele, vamos listar e explicar as principais tendências do mercado, mostrando como elas podem otimizar os processos e trazer melhorias de competitividade e relacionamento com o cliente. Boa leitura!

1. Serviços e soluções remotas

O isolamento social trouxe muitas reflexões ao ambiente de negócios, a respeito do trabalho ser presencial, remoto ou híbrido.

Além do home office, existe uma solução mais abrangente, chamada Anywhere Office, que consiste, basicamente, em um escritório virtual.

Alguns benefícios dessa abordagem são a redução de custos para a empresa e a melhor qualidade de vida dos colaboradores.

2. Hiperautomação

Enquanto a automação facilita as atividades operacionais rotineiras, a hiperautomação é uma abordagem mais sistêmica.

Isso significa um nível maior de independência por parte da máquina, visto que ela própria passa a tomar certas decisões de negócio. É uma tendência que pode vir para ficar, assim como a computação em nuvem.

3. Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial é usada, inclusive, para promover a hiperautomação. A empresa que adota a IA procura transformar grandes volumes de dados internos e externos em informação útil e conhecimento relevante, visando obter uma vantagem competitiva.

Tanto os aspectos estratégicos quanto operacionais do negócio podem ser otimizados continuamente com o auxílio da IA.

4. Soluções em nuvem

São muitos os benefícios de migrar parte ou todo o parque tecnológico para a cloud. Um dos principais é o melhor aproveitamento dos recursos de hardware do negócio.

Em outras palavras, um dos grandes problemas de manter uma infraestrutura local é que os servidores e demais equipamentos chegarão, em algum momento, ao esgotamento de sua capacidade.

Quando isso ocorre, a empresa só consegue expandir a operação se comprar mais hardware, demandando tempo para a cotação e custos bastante elevados.

Não obstante, a empresa, por precaução, tende a comprar mais do que precisa naquele momento, já se preparando para uma necessidade de expansão futura do seu parque tecnológico.

5. Computação de borda

A nuvem cresceu tanto, que surgiu a necessidade de processar dados fora dela. A computação de borda, portanto, é uma tecnologia em que o dispositivo faz algum tipo de processamento antes de enviar os seus dados para a nuvem.

A consequência disso é um fluxo de trabalho mais ágil, evitando demoras relacionadas ao processamento de dados na nuvem.

A área de infraestrutura de TI, como vimos ao longo do texto, é bastante suscetível à inovação. Estar atento às tendências citadas aqui ajuda o negócio a se comunicar e se relacionar melhor com os clientes, aumentando a percepção de valor acerca dos seus serviços.

O que achou do conteúdo? Aproveite que está aqui e siga-nos nas redes sociais. Temos perfis no Facebook, no Twitter, no Instagram e no LinkedIn!

0 visualização0 comentário
bottom of page