top of page
  • Foto do escritorArnaldo Paes de Andrade

Você sabe para que serve a governança corporativa? Descubra!

A governança corporativa vem ocupando um lugar de protagonismo no mundo dos negócios, pois afeta de forma direta o valor das empresas — em relação a todo ambiente que a corporação impacta, seja os stakeholders ou a sociedade de uma forma geral. Esse protagonismo não acontece por acaso, já que a transformação digital e as mudanças nas relações produtivas aumentam o desafio da gestão.

Manter funcional uma empresa com vários funcionários, sem rotinas predefinidas e regras sólidas, é inviável e nesse cenário a governança corporativa ganha um papel central, pois dirige, monitora e organiza os processos. Neste post, vamos entender a importância da governança corporativa e o que é necessário para a sua implementação dentro das empresas. Confira.

Por que a governança corporativa é tão importante?

Para explicarmos a importância da governança corporativa, precisamos falar de seus 4 principais princípios básicos, que tem como base a transparência, a equidade, a prestação de contas e a responsabilidade corporativa, além de benefícios relativos à atração de novos investidores e a retenção de talentos. Acompanhe.

Maior transparência nos processos

Não é incomum vermos empresas que apresentam processos com muitas burocracias em relação aos acesso, integração e compartilhamento de dados. Como um dos pilares da governança corporativa é a transparência, e de se esperar que haja uma cooperação entre a governança corporativa e a de TI para que haja a facilitação de acesso a todo tipo de informação às partes interessadas. 

É lógico que, com a demanda cada vez maior por proteção de dados corporativos e pessoais, é necessário que haja uma análise caso a caso. Porém, as solicitações de acesso a dados corporativos realizadas pelos colaboradores, clientes e terceiros são na maioria das vezes fundamentadas, o que demanda uma maior agilidade com a redução de barreiras, que será feita por meio da transparência.

Tratamento igual respeitando as diferenças

Quando falamos de tratamento igual, sabendo das diferenças e demandas que cada um tem em relação a uma empresa, estamos falando do conceito de equidade. Cada stakeholder tem um tipo de expectativa em relação a empresa e essas diferenças precisam ser respeitadas.

Porém, mesmo com todas essas diferenças é de suma importância que haja um tratamento isonômico e justo a cada um deles, para que todos consigam explorar o máximo potencial no negócio.

Clareza na prestação de contas

Uma boa governança corporativa deve ter sempre como diretriz uma prestação de contas objetiva, compreensível e transparente. O gestor deve sempre analisar as consequências e assumi-las, independentemente de serem positivas ou negativas. Esse tipo de postura exige um grande comprometimento e uma grande responsabilidade das empresas com as boas práticas de gestão.

Maior responsabilidade corporativa

Outro ponto que a boa governança contribui para o aprimoramento é a boa responsabilidade corporativa. Fazem parte dessa responsabilidade corporativa, a redução dos impactos negativos, o apreço pelo desempenho profissional e mental dos colaboradores, e a busca por uma gestão mais otimizada.

No escopo dessa gestão é de suma importância que o agente da governança mantenha o foco em aspectos financeiros, sociais e ambientais, sem perder o foco em seu plano de negócios e em aspectos intelectuais.

Atração de novos investidores

Embora muita gente ainda ache que o principal fator de atração de investidores para uma empresa seja o faturamento, a verdade é que essa é apenas uma das variáveis analisadas. Com foco em solidez, a maioria dos investidores tem como uma de suas prioridades a busca por empresas que tenham como marca registrada as boas práticas de gestão e transparência.

Nesse cenário, quando a empresa trabalha de forma organizada, a partir de boas práticas de governança corporativa, transmite para o mercado uma maior seriedade e profissionalismo. Essa postura pode aumentar as chances de atração de novos investidores, que querem colocar o seu dinheiro em empresas sérias e alinhadas aos valores com os quais ele compartilha.

Atração e retenção de talentos

Em um país como o Brasil, onde infelizmente há uma carência de mão de obra qualificada em vários setores, como o da tecnologia da informação, conseguir atrair e reter bons talentos precisa estar dentre as principais estratégias corporativas. 

A aplicação da boa governança contribui para a construção desse ambiente mais atrativo, pois tem como foco a construção de uma ambiente corporativo com foco no desenvolvimento profissional e pessoal dos colaboradores.

A criação de um plano de carreira, incentivos a capacitação e melhorias nas condições de trabalho, como as diretrizes para a adoção de modelos mais flexíveis, como o híbrido — home office + escritório — contribuem para que os colaboradores se engajem e queiram ficar na empresa. 

Além de reter os atuais, esse tipo de postura passa a ser referência e a corporação passa a ter uma imagem positiva, que passa a atrair interesse de profissionais de fora.

Como a governança corporativa pode ser colocada em prática nas empresas?

A aplicação da governança corporativa nas empresas de forma eficiente demanda a prática de seus princípios de maneira eficiente. Depois é preciso mensurar e certificar que a governança está sendo seguida à risca com a utilização de ferramentas como auditorias e criação de documentações específicas sobre o tema. 

De forma prática, há algumas práticas que reforçam a aplicação da governança com sucesso, veja abaixo as principais:

  1. a hierarquia precisa ser bem estabelecida para que os colaboradores saibam a quem reportar;

  2. crie políticas organizacionais que definam como cada setor da empresa deve atuar;

  3. estabeleça um conselho consultivo;

  4. não acelere as mudanças além do que é possível, pois cada processo merece a devida atenção;

  5. acompanhe as mudanças e faça reuniões para que haja o alinhamento de ideias , caso necessário, mudanças no rumo.

Esperamos que, após a leitura deste post, você tenha conseguido entender a importância da governança corporativa para a empresa. A criação de diretrizes sólidas que norteiam a gestão e as boas práticas contribuem para aumentar o valor agregado da corporação. Isso acontece porque, ao implantar um sistema organizado, além do aumento da efetividade e produtividade, há uma redução de erros e riscos, reduzindo a instabilidade econômica e melhorando a tomada de decisões estratégicas.

Gostou do post? A sua empresa tem um governança corporativa bem definida? Diga para a gente nos comentários a sua resposta e dê a sua opinião sobre o nosso post.

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page